03/09/2012

Por

Ana

komkommertijd acabou. Hã?
O ‘tempo de pepino’ terminou na Holanda. Esse é o jargão jornalístico usado por aqui quando não há muita notícia porque o país está de férias. Você acha que só as escolas têm pausa no verão? A televisão também tem.

Muitos programas entram em recesso, a novela não passa.
NO-VE-LA.
Imaginou no Brasil?
‘Queridos telespectadores, nos próximos dois meses nossos atores, produtores, escritores e todo o resto da galera estarão de férias, então nada de novela das 6, das 7 e depois do jornal’.
Ia ter greve geral no país, isso sim!

Pois bem, mas aqui eles param e ninguém acha ruim.
O que eles colocam no lugar da programação normal? Ué, reprise!

A Holanda é o país do vale a pena ver de novo. E não só durante as férias. Perdeu sua série favorita na quinta? Esquenta não, no sábado eles passam de novo. O mesmíssimo episódio. Herhaling. Repetição. No início achava o cúmulo, mas depois de tantos anos, acabei me acostumando. Até esqueço.

Mas já que o povo da TV voltou ao trabalho, o negócio é aproveitar a oferta de programinhas noturnos. Se bem que se eu deixar de ver Grey’s Anatomy ou CSI hoje, posso assistir o episódio no sábado à tarde…

Ah, novela holandesa eu não assisto. A mais famosa delas, GTST (Goede tijden, slechte tijden – algo como ‘Tempos bons, tempos ruins’) completa 22 anos em outubro. Isso mesmo, vinte e dois anos passando a mesma novelinha, no mesmo canal.
Detalhe: de segunda à sexta. Sábado não tem – deve ser por falta de vaga na grade de programação… provavelmente porque eles tem que reprisar os outros programas semanais.
Vai entender!