15/08/2018

Por

AnaAna

Sempre que visitamos o Brasil de férias viajamos para algum canto do país. Tenho muito orgulho da minha terra natal e adoro mostrar o que o Brasil tem de bom para minha família. Este ano escolhemos a Praia do Forte na Bahia como destino. Ficamos no Tivoli Ecoresort e foi simplesmente maravilhoso: o hotel é super confortavel, tem um excelente serviço e uma infra estrutura incrível, perfeito para um grupo de 12 pessoas (minha família é grande!), incluindo idosos e crianças.

Reservamos o hotel com bastante antecedência e assim conseguimos um bom preço. Não fizemos pacote, acabou saindo mais barato reservar as passagens aéreas, transfer e hotel separadamente. Optamos por meia pensão com café da manhã e jantar, então nem em comida precisávamos pensar – só preciso pensar mesmo na dieta pós-ferias pois acho que engordei uns 2 quilos nessa brincadeira baiana.

Voamos de São Paulo (Guarulhos) com a Latam e em duas horas estávamos em Salvador, de lá fomos diretamente para o hotel. Ficamos em quartos família para 4 pessoas. O Resort é enorme e a infra estrutura é muito boa: carrinhos de golf (que o Rafa chamava de Tuc Tuc) levava as criancas e os cansados para os diferentes locais do hotel. Há varias piscinas, espreguicadeiras nas piscinas e na praia (na verdade e mum gramado na beira da praia), kids club, restaurantes, quadras esportivas, SPA e mais.

Rafael na piscina

Meus pequenos e os avós

Meu objetivo para estes dias na Bahia era não fazer nada: queria descansar nas cadeiras de praia, tomar água de côco e brincar com as crianças. Nosso dias começavam com um super café da manhã e de lá rolávamos – literalmente – para uma das piscinas. Na hora do almoço íamos para a praia. Nos alojávamos em uma das espreguiçadeiras beira-mar e lá passávamos o restante do dia. Como estávamos em um grupo grande, nos dividíamos para olhar as crianças e conseguíamos fazer de tudo um pouco.

Uns iam para a academia, outros para a praia, para o alongamento, aula de axé e kids club. O bom de ficar em resort é que sempre tem muita atividade para fazer. Além de passeios com buggy e barco, o hotel organiza festas, bingos e brincadeiras. Eu adorei toda esta estrutura com as crianças, achei super tranquilo e consegui assim descansar bastante.

O hotel é um luxo e eu me senti nas nuvens. Fomos muito bem recebidos e passamos dias com muito conforto. O Tivoli fica dentro de uma reserva natural, é super verde, bem cuidado e rodeado de animais. Meus filhos e sobrinho se encantaram com os macacos, pássaros e iguanas – carinhosamente chamadas de dinossauro pelo Rafael. O preço da estadia é salgado, mas valeu cada centavo. Só achei as bebidas caras, uma garrafa de vinho não saia por menos de 130 reais.

Amei o Tivoli, o hotel é luxuoso e perfeito para familias. Voltarei à Bahia assim que puder!

Tivoli Ecoresort Praia do Forte

Rindo à toa na Bahia

 

Observação de baleia Jubarte

Observar baleias na natureza era um sonho antigo! Mal acreditei quando descobri que poderíamos observa-las na Praia do Forte. Durante os meses de julho a outubro as baleias Jubarte migram para a costa baiana (saindo da Antártida) para se reproduzir.

A observação das baleias pode ser feita de barco, em alto mar. Saímos de manhã em um barco do hotel em busca das Jubartes que chegam até 18 metros de comprimento. Navegamos por uma meia hora em um mar que sacolejava até a alma quando avistamos um borrifo. Eram três baleias que nadavam juntas.

Foi emocionante ve-las assim tão perto. São enormes, imponentes e quase frágeis, expostas ao mar, como se pudéssemos tocá-las. O que mais me impressionou foi ouvir o som que elas fazem, um barulho peculiar que nunca tinha ouvido antes.

Achei a experiência incrível, tivemos sorte pois as três baleias nadaram por um bom tempo ao lado do nosso barco, se exibindo para os turistas babões aqui. As crianças gostaram de ver as baleias mas não curtiram o passeio de barco… estamos acostumados a navegar nos canais de Amsterdam mas mar aberto é outra historia: meus filhos ficaram mareados e passaram mal. Felizmente de volta à praia eles se recuperaram e conseguiram aproveitar o resto do dia.

Baleia Jubarte na Praia do Forte

Projeto Tamar

Outro passeio imperdivel é o Projeto Tamar. Um aquário e sede do projeto que protege as tartarugas marinhas na costa brasileira. Rafael quase se jogou nos tanques para abracar as “tatarudas” como ele as chama.

Às 16 horas as criancas podem alimentar as enormes tartarugas marinhas e as 16:30 é a vez dos tubarões lixa comerem. Dá para passar a mão nos tubarões com acompanhamento dos guias locais.

Acho o Tamar uma graça, bem organizado e de fácil acesso. As crianças aprendem sobre os animais e não visitam o local como um simples “aquário”, eles participam. Fora isso, a renda da venda de ingressos e da loja apoia o projeto. Mais informações sobre preço e horário de funcionamento no site do Tamar.

Tanque no Projeto Tamar

Projeto Tamar

Vila dos pescadores

A Praia do Forte tem uma vila de pescadores bem bonitinha. A vila era antigamente bem rústica, hoje abriga varias lojas, restaurantes e bares. Gostamos bastante de passear por lá. Compramos artesanato local, tomamos sorvete no gela guela, comemos tapioca num quiosque e almoçamos uma moqueca divina no restaurante Donana.

Vila dos pescadores, Praia do Forte

A Bahia nunca decepciona. Tivemos dias lindos de sol e calor em pleno inverno. As vezes nublava e chegou a chover ligeiramente em alguns momentos. Aproveitamos demais a praia, as piscinas e principalmente a família. Foram dias tranquilos, gostosos e de descanso. Férias perfeitas com as crianças, meus pais e irmãs.

Nascer do sol na Praia do Forte