27/08/2019

Por

AnaAna

Este ano decidimos passar as ferias de verão na Croácia, um lugar diferente, um pais até então desconhecido. Croácia estava na minha lista há tempos – tenho uma lista imaginária de lugares que quero conhecer. Na verdade eu estava a ponto de reservar mais uma vez o Resort que ficamos no Algarve (muito bom também por sinal), quando me veio uma luz: porque ficar no mesmo lugar sendo que a Europa é logo ali? Então comecei a busca e assim planejei nossa viagem pela costa da Croácia. Aqui indico três lugares para você se hospedar com a família. 

Como chegar: carro ou avião 

Quando eu pensei em alguma coisa diferente de Portugal, ainda nao tinha definido o destino. Grécia e Croácia seriam suposotos lugares, mas nada certo até então. Fui ao skyscanner.com – voces conhecem este site? Anotem a dica, nao é publi – e busquei “no mundo todo”. Esta opção é bárbara: você coloca sua origem, a data que quer viajar e ele te mostra uma lista de passagens com bons preços, do mais barato ao mais caro. Super prático! 

Aí que quando coloquei nossa data de viagem, saindo de Amsterdam, vi a opção “Pula” entre outros destinos. Pula ou Pola é uma cidadezinha na costa da Croácia, um lugar que até então não sabia que existia. Pesquisei acomodações, coisas que fazer e estava decidida. Nao precisei convencer o marido e muito menos a sogra ou as crianças: naquela mesma noite reservei nossas passagens para Croácia! 

Pula: nosso destino na Croácia
Arena de Pula, cartão postal da cidade

Poderíamos ter ido de carro para a Croácia, muitos holandeses dirigem, e até cheguei a cogitar a ideia, mas como minha sogra viria com a gente seria demais espreme-la em um carro por 1.400 quilômetros. Além disso, a viagem duraria uns dois dias, então “perderíamos” 4 dias de estrada (ida e volta) dos nossos 14 dias livres. Se voce quer saber como é dirigir da Holanda para a Croácia, eu recomendo este post aqui da Melissa.

Acampando com luxo: glamping em Pomer

Depois de reservar as passagens comecei a busca por acomodação. Queríamos algo para as crianças, onde elas pudessem fazer amigos, por exemplo. Fiquei animadíssima com a ideia de ir novamente a um Glamping. Já estivemos em um acampamento de luxo na Holanda e foi um sucesso. 

O Glamping que escolhemos fica em Pomer, ao lado de Pula e do aeroporto (15 minutos de carro). O lugar é muito organizado, bem conservado e luxuoso para um acampamento. Optamos por uma barraca tipo safari com dois quartos para 6 pessoas. Aqui o link do Glamping.

A barraca tem de tudo: uma cama de casal, duas beliches, uma cozinha com fogão, microondas e geladeira, ar condicionado (sim! é necessário) e o melhor: um banheiro com ducha e vaso sanitário. Aguardem o vlog!

O Glamping fica em uma praia o que facilitava nossa vida preguiçosa de ferias: saiamos da barraca de biquini para a água. A localização é o ponto principal, você não precisa sair do acampamento para ter sol e mar. Alem disso, tínhamos o conforto de um resort no camping: espreguiçadeiras, guarda-sois e cadeiras ficam dispostas aos hospedes. Para as crianças tinha um kids club que organizava workshops, disco e atividades e shows todas as noites. Eles também tem um SPA com jacuzzis, sauna e aulas de pilates e yoga – tudo incluído!

Passamos 4 noites no Glamping e adoramos. As crianças fizeram amigos holandeses – que por pura coincidência estavam na barraca ao nosso lado. Foi o lugar ideal para começar as ferias, esquecer do trabalho e desconectar de tudo. 

Casa em resort na praia de Verudela

Saímos do Glamping para um hotel em Verudela, uma praia lindíssima próxima a Pula. Depois do Glamping achei legal ter uma casinha para chamar de nossa. Eu gosto de me hospedar em casas e apartamentos, acho mais fácil com as crianças. Temos mais espaço, uma sala em comum e uma cozinha onde posso cozinhar de vez em quando. Alias, eu não me incomodo em cozinhar durante as ferias. Enquanto em casa acho maçante (e obrigatório) durante as ferias acho bem relaxante – e ninguém reclama se a gente comer macarrão com atum 3 vezes na semana. 

Optamos por uma casinha dentro de um complexo de hotéis, tipo um resort. A ideia inicial era ficar 10 dias mas ficamos com um pé atras, com medo do hotel ser muito grande e ter muita gente e acabamos mudando nossa estadia para 4 dias. 

Foi uma sabia decisão. 

A localização é otima e a praia e linda. Fica em uma península, parece uma ilha por seu formato redondo. Nossa casinha ficava bem próxima ao mar, podíamos nadar a alguns passos de casa. O complexo era realmente gigante com vários hotéis. Estava bem cheio mas havia espaço na praia (de pedra) e na piscina. 

Hotel/ casinha na beira da praia de Verudela, Croácia
Praia de pedra e agua cristalina. Apesar da localização ser maravilhosa nós não gostamos tanto da acomodação, felizmente tínhamos reservado pelo Booking.com e assim conseguimos alterar a reserva a tempo. 

As crianças amaram as piscinas apesar de ser de agua salgada. Eles mais uma vez fizeram amigos e aproveitaram demais o local. Eu achei quatro dias ali mais do que suficiente: tinha muita gente para o meu gosto e estava ansiando um lugar mais tranquilo ao lado da minha família. Eu gosto de buchicho mas precisava de paz. Fora isso achei a casa ok: era bem espaçosa com 3 quartos, mas faltava utensílios na cozinha e a instalação do wifi da ilha toda ficava no nosso quarto! Um router barulhento maior do que uma caixa de sapatos. Reclamamos na recepção, eles até fizeram a proposta de trocar de casa o que era impossível já que o hotel estava lotado. Resultado: das 11 da noite as 7 da manha desligávamos o wifi… sorry, hospedes! 

Praia de Verudela na Croacia: bem família
Das coisas que meus filhos (e eu) amaram na praia: esses brinquedos de ar, tipo circuito pula-pula

Airbnb em Bale

Este foi o melhor achado da viagem. A casa e a cidadezinha medieval foram uma boa surpresa. Reservamos de ultima hora e fechamos para seis noites. A cidade fica no interior apenas a 10 quilômetros da costa.

A casa é perfeita, renovada com tudo tinindo, brilhando de tão novo. Quatro suites com ar condicionado e TV. Uma sala confortável e uma cozinha que eu queria levar pra Holanda. A casa é ampla, gostosa, com um quintal pequeno e uma piscina na medida certa. 

Casa Airbnb na Croácia
Um quintal na medida com uma piscina perfeita. Passamos horas ai!

Se você nao conhece o Airbnb eu recomendo a experiencia. Se cadastre através deste link e ganhe € 25 de desconto ao reservar uma acomodação. 

Sabe quando tem tudo? Mesas e cadeiras de jardim, espreguiçadeiras confortáveis, camas macias com travesseiro gostoso. Taças de vinho, utensílios de cozinha – eu poderia facilmente ter dado um jantar – churrasqueira e maquina de lavar e secar roupa. Oh yes! 

Nosso Airbnb na Croácia
Juju relaxando na sala

A Vila fica no centro da cidade, ao lado do supermercado e de restaurantes. Passeávamos pelas ruelas e entre as construções do sec XIV e XV. Tomávamos gelatto na sorveteria local e passávamos dia e noite ao ócio.

O mais legal de ter se hospedado nesta casa é tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais da região da Istria. Alternávamos nosso dia entre praia, piscina e excursões locais. Fomos a vinhedos fazer degustação de vinhos, comemos trufas, mel, azeite de oliva e visitamos cidades lindas. Apesar de não ter necessidade em sair de casa – porque a casa é muito confortável e convidativa a fazer nada – tínhamos todos os motivos do mundo para sair pela região. 

Foram ferias deliciosas, duas semanas que parecem ter durado um mês inteiro. Conhecemos tantos lugares legais, comemos super bem, nadamos muito e relaxamos demais. Foram 14 intensos dias ao lado dos meus filhos e marido. Aguardem mais posts sobre a Croácia porque tenho muito o que contar sobre estas férias.