23/08/2020

Por

AnaAna

Como disse no post anterior, uma das coisas que mais gostei na Normandia foi estar próxima ao mar em uma região historicamente rica. Visitar as praias do D-day foi uma experiencia emocionante. 

Estávamos bem próximos da Sword beach, praia onde os canadenses desembarcaram em 6 de agosto de 1944 para libertar a França durante a II guerra mundial. Tudo nesta região da Normandia remete ao D-day: placas nas casas, fotos de soldados “heróis da guerra” penduradas no boulevard, bandeiras dos países aliados, tanques de guerra expostos na entrada dos vilarejos. A região respira o D-day. 

Sword beach conhecemos a pé, na verdade fomos correndo de Luc-sur-Mer ate a vila e a praia. Para Omaha beach fomos de carro. 

Omaha beach 

Bloody Omaha, como ficou conhecida, foi a praia onde soldados americanos desembarcaram em 44. Eles foram recebidos por cerca de mil soldados alemães e quase perderam a batalha. Muitos morreram neste dia. 

Eu tinha muita vontade de conhecer Omaha. Dirigimos uns 50 minutos e fomos direto ao museu Overlord. Na verdade eu queria ir ao museu do D-day mas erramos o caminho e fomos parar de cara com o Overlord. Não tem como não se impressionar: do lado de fora ficam expostos alguns tanques de guerra, uma ponte e uma arma usada pelos alemães para destruir tanques e aviões. Exploramos a parte de fora e em seguida entramos no museu. 

tanques de guerra no Museu Overlord
Tanques expostos no lado de fora do Museu Overlord
Museu Overlord em Omaha beach

Vale muito a pena a visita. Alem da exposição, você entende muito mais do D-day e do que este dia significou para a França e o resto da Europa. A gente lia e traduzia para as crianças o que estava escrito, assim eles conseguiam entender o que estavam vendo. Todos ficaram bem impressionados, se bem que acho que eles não conseguem assimilar a dimensão de uma guerra – quem consegue? 

Exposição do Museu Overlord
Carros, barcos e motos usadas durante o D-day

Saindo do museu Overlord, fomos ao cemitério americano. Infelizmente estava fechado quando chegamos. Aliás uma dica em tempos de Covid-19: nós fizemos os passeios de manhã ou no final da tarde (depois das 16 horas) para evitar túmulo. 

Dirigimos até Omaha beach para ver o mar. A praia é linda e cheia de historia. A maré estava baixa e ficamos impressionados com a extensão da areia. Praia enorme, super larga, bonita e com um passado tao marcante. 

Eu gostei muito de visitar esta região justamente pela historia. Tudo na Normandia gira em torno do D-day. É comum ver tanques de guerra nas vilas, gente passeando em carros militares (existem tours especializados) e pessoas vestidas a caráter. Também recomendo o documentário World War II in colour, da Netflix. Assista o episódio sobre o D-day, é muito esclarecedor. Vimos com as crianças na noite em que visitamos Omaha. Foi como completar um quebra-cabeça com pecas do documentário e do que havíamos visto ao vivo no museu naquele dia.